Comunidade

 

Cinquentenário da morte de Aristides de Sousa Mendes assinalado nos EUA

Transcorre amanhã, 17 de Junho, o  Dia Mundial dos Diplomatas que Salvaram
Refugiados (WWII Diplomats Rescuers Day), uma celebração promovida pela
Fundação Internacional Raul Wallenger e a Comissão Internacional Ângelo
Roncalli - Papa João XXIII.
Têm lugar celebrações em vários países, que este ano coincidem com o
cinquentenário da morte do diplomata português Aristides Sousa Mendes.
Em 1940, durante a II Guerra Mundial, Aristides Sousa Mendes era cônsul na
cidade francesa de Bordéus e, contrariando as ordens do seu governo, tomou a
decisão de emitir vistos a todas as pessoas que, fugindo às tropas nazis,
pretendiam seguir para Portugal, calculando-se que a sua atitude resoluta
tenha salvo mais de 30 mil refugiados.

Assinalando o Dia Mundial dos Refugiados que salvaram Refugiados e,
simultaneamente, o cinquentenário do falecimento do cônsul português de
Bordéus, serão celebradas dia 17 de Junho missas em New Bedford e em
Cambridge.
Em New Bedford, a missa será às 5:30 da tarde, na Igreja de Monte Carmelo e
será celebrante o padre John Oliveira.
Em Cambridge, a missa será às 7:00 da noite, na Igreja de Santo António,
Avenida Cardinal Medeiros.


Voltar à primeira página desta secção

Voltar à primeira página desta edição

Copyright © 1997/2001 The Portuguese Times
Autorizada a reprodução de artigos publicados nesta página desde que mencionada a origem