Rhode Island

AUGUSTO PESSOA (Correspondente)
Delegado em Rhode Island
Tel. (401) 728-4991


José Rocha é o novo padre da igreja de Santo António em Pawtucket

O padre José Rocha assume a administração da igreja de Santo António em
Pawtucket, a primeira portuguesa no Blackstone Valley.
As funções do novo pároco têm oficialmente início a 1 de Julho, no
prosseguimento de uma decisão acertadíssima do bispo de Providence, que reconheceu que o
trabalho do padre José Rocha pode ser muito mais produtivo no seio das suas
gentes.
Natural do Nordeste, São Miguel onde nasceu em 1949, veio para os EUA em
1967.
Foi ordenado a 26 de Junho de 2004 na Catedral de São Pedro & São Paulo em
Providence.
Prestou serviço na igreja de Santa Isabel em Bristol durante três anos e um
ano na igreja de São Mateus, em Cranston.
Se a primeira igreja (Santa Isabel) era portuguesa a segunda (São Mateus) não
era.
A última vez que encontrámos o padre Rocha disse-nos que estava numa paróquia
americana. Ao que acrescentou perante a nossa interrogação: “são ordens do
senhor bispo”.
Mas pelos vistos a diocese de Providence rapidamente concluiu que o padre
José Rocha pertencia no seio das suas gentes, onde é aguardado com ansiedade
junto dos paroquianos de Santo António.
Ali se festeja o Santo António e o Espírito Santo se revive a tradição dos
romeiros e se mantém acesa a chama da portugalidade.
Mas a comunidade católica vê com pena a partida do padre John O’Brian, que
não sendo português integrou-se muito bem nos costumes e tradições das nossas
gentes.

José Rocha celebrou Missa Nova na igreja de São Francisco Xavier
“Deus chamou-me para um ministério mais nobre, sendo um trabalhador na
construção do reino de Deus sobre a Terra”

— Padre José Rocha

José Rocha foi ordenado padre a 26 de Junho 2004 na catedral de São Pedro e
São Paulo em Providence.
A cerimónia foi presidida pelo bispo Robert Mulvee perante uma catedral cheia
de familares e amigos que com a sua presença honraram aquele acto religioso.
Nos tempos atribulados que a Igrela Católica atravessa este acto tem valor
redobrado, pela coragem e determinação do novo pároco.
Figura habitual em programas religiosos do Canal 20, sempre acompanhado pelo
padre Victor Vieira, José Rocha passou a ser um novo sacerdote ao serviço da
comunidade.
“Nasci na freguesia da Lomba da Fazenda, Nordeste, São Miguel, Açores em
1949. Somo 59 anos de idade. Estudei no seminário Padre Damião, Praia da Vitória
durante seis anos”, começou por dizer ao PT o padre José Rocha, em entrevista
que teve a colaboração do padre Victor Vieira.
“Vim para os EUA em 1967 tendo desempenhado funções profissionais durante 30
anos. Através da consulta com vários sacerdotes cheguei à conclusão que Deus
me chamava para um ministério mais nobre e ser um trabalhador na construção do
reino de Deus sobre a terra”, disse José Rocha, que ao longo dos anos tem
desempenhado um papel meritório junto da igreja de São Francisco Xavier.
“Sempre vi no padre José Rocha uma grande aproximação de alma e coração do
ideal sacerdotal”, disse o padre Victor Vieira, pároco da igreja de São
Francisco Xavier e Nossa Senhora de Fátima, um exemplo a seguir através de uma grande
aproximação e colaboração mútua.
“Diz Jesus Cristo no Evangelho São João: não fomos nós que os escolhemos, mas
eles que nos escolheu a nós. É Ele que nos chama e tem um projecto de vida
para cada um de nós. O sacerdócio é o meu projecto de vida”, disse o padre José
Rocha, que encara o sacerdócio como a continuação do trabalho meritório que
desenvolveu como diácano, mas com formação seminarista e como tal já no seu
trajecto para padre (com uma interrupção pelo meio) que mais tarde concluiu.
“Se bem que tivesse tido o equivalente ao High School tirado no seminário da
Praia da Vitória, estudei quatro anos de Teologia no Seminário Papa João XXIII
em Massachusetts”, disse José Rocha.
“A Igreja obriga a uma formação intelectual, moral e humana que se exige de
um sacerdote, principalmente nos nossos dias em que se têm enfrentado os mais
diversos problemas. Os sacerdotes têm de ser pessoas dignas, sinceras e que
levem até ao fim os seus ideais e objectivos”, prosseguiu  o padre Rocha, para
acrescentar:
“Eu penso que os meus 55 anos foram anos de formação. Não apenas os estudos
sistemáticos do colégio e seminário. Todo este percurso foi baseado em leituras
constantes sobre o que se passava na Igreja e como tal dou graças a Deus pelo
percurso ultrapassado e que me levou à ordenação sacerdotal”, concluiu José
Rocha, que rezou Missa Nova na igreja de São Francisco Xavier.



Voltar à primeira página desta secção

Voltar à primeira página desta edição

 Voltar à Primeira Página

Copyright © 1997/2001 Portuguese Times
Autorizada a reprodução de artigos publicados nesta página desde que mencionada a origem