Segurança Social


Nesta secção responde-se a perguntas e esclarecem-se dúvidas sobre Segurança
Social e outros serviços dependentes, como Medicare, Seguro Suplementar,
Reforma, Aposentação por Invalidez, Seguro Médico e Hospitalar. Se tiver
alguma dúvida ou precisar de algum esclarecimento, enviar as suas perguntas
para: Portuguese Times - Segurança Social - P.O. Box 61288, New Bedford, MA.
As respostas são dadas por Délia M. DeMello, funcionária da Administração de
Segurança Social, delegação de New Bedford.

P. — A minha esposa foi recentemente aprovada para benefícios do programa
SSI (Seguro Suplementar) por se encontrar fisicamente incapacitada. Ela
esteve em casa a cuidar dos filhos durante alguns anos e faltaram quatro
créditos para qualificar-se para benefícios do Seguro Social. Pode informar-me
sobre o montante que ela pode receber do SSI?
R. — O montante que ela vai receber depende, em parte, onde está a viver. O
máximo benefício básico é o mesmo a nível nacional. Alguns estados incluem
um suplemento para acrescentar o montante básico.
Qualquer rendimento que recebe pode reduzir o montante básico, depende onde
está a viver, com quem, e quem está a pagar as despesas. Em breve ela vai
receber documentos do Seguro Social a explicar o pagamento.

P. — Tenho 49 anos de idade e o meu marido faleceu com 56 anos. Não temos
filhos.  Pode avisar-me se eu tenho direito a receber alguns benefícios do
Seguro Social?
R. — Não, não tem direito, pelo que não pode qualificar-se para benefícios
como sobrevivente, porque tem menos de 60 anos de idade e nem está a cuidar
de um filho com menos de 16 anos.

P. — Quando submeti o meu requerimento para benefícios do Seguro Social o
ano passado pedi que descontassem uma percentagem de imposto federal do meu
montante mensal. O que é que acontece se eu decidir algum dia que a
percentagem não for suficiente, ou ainda se for demais?
R. — Se decidir trocar a percentagem ou ainda terminar com o imposto dos
seus benefícios mensais, simplesmente submeta um novo W-4V ao Seguro Social.

P. — O meu vizinho que recebe benefícios do programa do SSI, como eu, foi
ao Seguro Social recentemente e submeteu um requerimento para “Food Stamps”.
Ao tentar fazer o mesmo, o representante disse-me que eu tinha que ir ao
“Welfare” pedir.
 Pode explicar-me porque não me puderam ajudar mas facilitaram o meu
vizinho que está nas mesmas circunstâncias?
R. — A administração do Seguro Social pode aceitar requerimentos para
“Food Stamps” apenas quando todos os indivíduos numa residência estão a receber
do programa do Seguro Suplementar (SSI). Além disso não podemos decidir quem
pode qualificar-se. Enviamos os requerimentos para os departamentos
estaduais próprios que por sua vez decidem e distribuem as senhas de alimentação
(“Food Stamps”).

 


Voltar à primeira página desta secção

Voltar à primeira página desta edição

Copyright © 1997/2001 The Portuguese Times
Autorizada a reprodução de artigos publicados nesta página desde que mencionada a origem