Comunidade

 

Agravadas as sanções contra automobilistas embriagados

O governador Deval Patrick assinou a lei que agrava as sanções contra os
automobilistas que recusem submeter-se a testes de alcoometria, para
determinar a quantidade de álcool no sangue. Recusar submeter-se ao teste de
alcoometria e conduzir comprovadamente sob influência de álcool passa a significar
apreensão da carta de condução durante 180 dias no caso da primeira infração
e a perda da carta em definitivo em caso de três ou mais reincidências.
No caso de recincidência, automobilista que já tenha sido condenado uma vez
e volte a prevaricar, ficará com a carta apreendida durante três anos; três
condenações representarão apreensão da carta por cinco anos e mais que três
significarão a perda da carta em definitivo.


 


Voltar à primeira página desta secção

Voltar à primeira página desta edição

Copyright © 1997/2001 The Portuguese Times
Autorizada a reprodução de artigos publicados nesta página desde que mencionada a origem