Festa de Natal da Luso American Financial (LAF)

 

 

onde o passado histórico encontrou o presente de luxo em local de excelência

 

 

A Luso American Fi­nancial, com escritórios no 128 Union Street ao sul de New Bedford, fica situada numa área de excelência rodeada pelo New Bedford Whaling Museum, a Casa dos Botes, onde foi cons­truída a réplica do barco baleeiro, o Zeiterion Theatre, que tem acolhido grandes nome do fado em Portugal, o DeMello’s International Center que acolhe a escola portuguesa Discovery Language Aca­demy, a Azores Airlines e claro está a Luso American Financial. 

E uma Luso American Financial com espaço de esritórios, espaço de receção e sala museu Peter Francisco, o herói tercei­rense da Revolução da Independência dos EUA, que deu nome ao mais alto galardão atribuído por aquela instituição. 

E entre os presentes lá estava Francisco Mendon­ça, que juntamente com o saudoso José Figueiredo, foram os dois últimos a receber tal distinção. Oportunamente podemos realçar o médico, histo­riador e um dos mais ilustre ativistas comunitários o inesquecível Manuel Luciano da Silva.

Todos estes factos his­tóricos estão devida­mente ilustrados na sala museu Peter Francisco, a par com fotos dos presidentes dos EUA, Ronald Reagan, com o presidente da União Portuguesa Continental, Manuel Morais, e Bill Clinton com o presidente José Figueiredo.

Quando o leitor tiver dois minutos livres entre no DeMellos International Center e visite o Museu Peter Francisco e viva um pouco da história do passado e contemporânea enriquecendo a sua cultura que deve transmitir aos filhos e netos.

Como se depreende, foi todo este envolvimento histórico que serviu de base à festa de Natal da Luso American Financial, que juntou destacadas figuras da organização da Califór­nia, Pennsylvania, Connec­ticut e claro está Massa­chusetts e Rhode Island. 

É esta a Luso American Financial que arrancamos ao anonimato, pois que caso contrário passaria despercebida, assim como todo o seu historial.

O passado sábado foi muito mais que uma simples festa de Natal, da Luso American Financial, mas o reviver de um pedaço de história em que Fran­cisco Mendonça era um dos figurantes mais antigos e mais relevantes. Foi ele o homem da União Portu­guesa Continental e foi ele o principal orquestrador da união com a Luso Ameri­can Life Insurance, da Califórnia, constituindo a maior organização lusa dos EUA.  

Não é por acaso que apresentamos conteúdos únicos, mas sim pelo facto de que acompanhamos o historial destas e outras organizações lusas, que só aqui encontram espaço de referência, preservação e projeção. Todo o resto que assim não procede cai no esquecimento e nunca fará parte da história da comu­nidade. Como ouvimos um comentário no decorrer de uma recente reportagem, “quem não é visto é esquecido”. 

 

Anthony Pio, relações públicas, foi mestre de cerimónias

Anthony Pio, diretor de Serviços Fraternais e Relações Públicas da Luso American Life Insurance Society no East Coast dos EUA, hoje Luso-American Financial, assumiu as funções de mestre de cerimónias.

Durante a sua estadia, por esta região, Anthony Pio, oriundo da Califórnia, tem-se ambientado não só ao frio da Nova Inglaterra como à comunidade, sendo uma presença habitual em todas as manifestações sócio-culturais.

“É uma grande honra para a Luso-American Financial poder oferecer os seus escritórios, no De Mello Internacional Cen­ter, no sul da cidade de New Bedford, com a já presença da indústria bancária e da escola portuguesa de New Bedford”, disse Anthony Pio, que tem conseguido a simpatia de quantos com ele têm a felicidade de contactar. 

“Estamos inseridos num edifício polivalente e no meio de grandes inicia­tivas. A nossa sociedade, para quem não a conhece, existe para apoio e benefício dos nossos membros. Se bem que uma grande maioria dos presentes já pertencem à nossa sociedade, quem esteja interessado em participar basta entrar em contacto com Anthony Pio. Somos uma sociedade fraternal e governada pelos seus membros. Qualquer membro pode ser presidente. Pode ser chairperson. Encorajamos todos a participar e ser membro desta grande sociedade”, disse Aires Pavão, pessoa muito conhecida dos meandros da hoje Luso-American Financial.

Anthony Pio, na sua ação de mestre de cerimónias, é diretor de Serviços Fraternais e Relações Públicas da Luso-American Financial posição que ocupa desde 15 de maio de 2014.

Não só trabalha muito de perto com os presidentes das sucursais locais da União Portuguesa Continental, como ajudando no seu crescimento, compreensão da herança portuguesa, cultura e língua, como também ajuda a promover esta causa junto das comunidades de Massachusetts, Rhode Island, Connecticut, New Jersey, New York e Pennsylvania.

Mas tudo isto tem a sua história, Estamos a falar há cerca de 150 anos, em que havia grandes dificuldades e onde os portugueses, precisavam dos outros portugueses. E esta sociedade foi formada com esse objetivo. Havia um espírito fraternal e solidário.

A então Luso-American Life Insurance Society surge nesta costa dos EUA em 2001, quando se regista a fusão com a União Portuguesa Continental, onde temos os nomes históricos de Francisco Mendonça, Afonso Silva, o saudoso, António Cordeiro, Belmira Cordeiro, Eddy Figueiredo, o saudoso José Figueiredo, que serão sempre parte integrante desta sociedade.

Os escritórios principais estiveram por longos anos localizados no centro de Boston, Mass.. Mais tarde mudaram-se para uma belas instalações em Lexington, Mass.. E agora optaram por se mudar para New Bedford, mantendo sempre o mesmo apoio à comunidade. 

 

Anthony Pio, a cara da LAF na costa leste

Anthony Pio nasceu em San Pablo, Califórnia, filho de José Luís e Leonor Pio. É o irmão mais velho de Ricky Pio e tio de Nathan e Joseph. Desde muito jovem que Anthony Pio desenvolveu a sua vida junto da cultura portuguesa e raízes familiares. Fez parte do Rancho Folclórico Portugal na Califórnia, tendo sido presidente e diretor do San Pablo Holy Ghost Association. Gosta de dançar, cozinhar, viajar e passar tempo com a família e amigos.

Sendo uma primeira geração luso-americana, filho de pais oriundos de Portugal, Pio tem estado envolvido junto da Luso-American Life Insurance Society, agora Luso-American Financial, praticamente toda a sua vida, dado ter passado a fazer parte desta sociedade logo após o nascimento.

Começou a sua jornada com a Sucursal Jovem nº. 16 de Contra Costa, Califórnia, onde assumiu várias posições, até 2006, quando assumiu a posição de diretor de atividades do State 20-30’s Board, mas mantendo-se ativo junto da Youth Council como seu coreógrafo.

Em 2010 foi eleito presidente da State 20-30’s e restabeleceu a Region n.º 2 de São José. Em 2012 foi promovido a Chair of Youth Directors na West Coast, posição que ainda hoje mantém. 

Adicionando à sua longa experiência junto desta Sociedade, Pio traz uma longa experiência financeira e um inigualável cuidado na satisfação do cliente.

Anthony Pio trabalhou na indústria financeira por nove anos onde começou como “Customer Services Representative” e com a sua dedicação ao trabalho conseguiu através dos seus esforços guindar-se a posições sucessivas de “Custom Service Manager”, “Operations Manager”, “Assistant Branch Manager” e “Branch Manager”. Depois dos seus nove anos na indústria financeira foi trabalhar como paralegal numa firma de auxílio a incapacitados.

 

Um pouco de história

Originalmente fundada em 1868 como Portuguese Protective and Benevolent Association, a Luso American Life Insurance Society, hoje Luso-American Financial,  é um associação fraternal com cerca de 20.000 membros. Sediada em Dublin, Califórnia, com escritórios em Lexington, Massachussets e agora em New Bedford, a Luso American é uma organização dedicada a preservar e promover a cultura e herança portuguesa, tradições e valores enquanto vela pelo bem estar dos seus membros, e comunidade portuguesa num só todo. O seu propósito pode ser descrito nesta declaração. Ter como principal prioridade facilitar seguro de vida, financiamento e serviços fraternais, indivuais e familiares na comunidade luso americina.

A Luso American Life Insurance Society é composta pela Luso-America Fraternal Federation com data de fundação de 1957 resultante da união da Benevolent Society of Califórnia e da União Portuguesa Continental do estado da Califórnia. 

Por sua vez e nesta costa dos EUA existe a Portuguese Continental Union que se fundiu com a Luso-American Life Insurance Society no ano de 2002. 

Há ainda a Sociedade Rainha Santa Isabel fundada em 1898 em Oakland, Califórnia e que se viria a juntar à Luso-American Life Insurance Society em 2008.

Por sua vez a Luso-American Education Foundation foi fundada em 1963, tendo por principal finalidade perpetuar a língua portuguesa.

 

• Fotos e Texto de Augusto Pessoa