Casal de médicos assassinado em Boston

 

Realizou-se  dia 12 de maio, em Boston, o funeral da dra. Lisa Bolanos, 38 anos, anestesista pediatra em Boston e do noivo, o dr. Richard Field, 49 anos, também anestesista na mesma cidade. Lisa traba­lhava na Manachin Eye and Ear Infermary. Field trabalhava no North Shore Pain Management, clínica de que era também sócio. Os corpos foram encontrados dia 5 de maio, às 8h00 da noite, no luxuoso aparta­mento (1,8 milhão de dólares) que parti­lhavam no 11º andar do edifício MacAllen, 141 Dorchester Avenue. Esta­vam sentados, amarrados e num mar de sangue. Tinham sido degolados. 

Horas depois a polícia deteve Bam­pu­mim Teixeira, 30 anos, residente em Chel­sea, que foi acusado de assassinar os médi­cos. Teixeira tinha sido libertado em abril, depois de ter cumprido nove meses de prisão por dois assaltos a uma agência do Citizens Bank em 2014 e 2016.

O suspeito foi atingido a tiro pela polícia no abdomen, numa mão e numa perna, e está no hospital sob prisão, tendo já sido incriminado.

Teixeira, em cuja posse foi encontrada uma mochila com jóias das vítimas, conhecia os médicos por ter trabalhado como porteiro do prédio.

Palladion Ser­vices, uma empresa de Boston que fornece segurança para o con­do­mínio, confirmou que Teixeira traba­lhara para a empresa de outubro de 2015 a abril de 2016. O suspeito é africano, mas não foi revelado o país de origem.