Em memória de Hannah Raposo

 

Se Hannah Raposo fosse viva, seu avô, Mike Miozza, acredita que ela seria uma defensora do uso do cinto de segurança nos automóveis.

“Estou fazendo por ela o que ela não pode fazer”, diz Miozza, ex-conselheiro municipal de Fall River e proponente para que a Legislatura de Massachusetts declare junho Seatbelt Awareness Month.

Miozza recolheu 350 assinaturas na sua petição e sabe que muitas dessas pessoas foram atingidas o verão passado, no dia 3 de junho de 2016, com a notícia do falecimento de Hannah Raposo, quando se dirigia para o baile dos finalistas do B.M.C. Durfee Hugh School no restaurante White’s em Westport.

Raposo conduzia (velozmente) o seu carro na estrada 24 sul e, perto da saída 4 para a 195, perdeu o controlo da viatura que capotou e, como não usava cinto de segurança, a condutora foi projetada e teve morte imediata. O seu colega do baile, Jordan Machado, seguia no carro, mas usava o cinto de segurança e sofreu apenas ligeiros ferimentos.

Miozza diz que se a neta usasse o cinto de segurança teria salvo a vida, pois a autópsia revelou que não tinha drogas ou álcool no organismo. Por isso pretende que seja instituído em Massachusetts o Seatbelt Awareness Month, uma campanha de consciencialização pública estadual dos condutores parta o uso do cinto de segurança, especialmente os jovens condutores. Se a proposta vier a ser aprovada pela Legislatura estadual, o mês da consciência pública do cinto de segurança seria observado em junho, mês das graduações académicas e quando têm lugar por vezes acidentes de viação envolvendo estudantes.

A proposta de Miozza foi apresentada na Legislatura pelo deputado estadual Alan Silvia, de Fall River, que espera que o governador Charlie Baker emita a proclamação em junho próximo. A legislação tornará a proclamação automática no ano seguinte.