Carnaval em Abril

 

Nos Amigos da Terceira em Pawtucket
Amigos do Carnaval do Centro Cultural Recreativo Português do Warren salvou as honras do convento em 2021 com lotação esgotada

 

Os Amigos da Terceira em Pawtucket abriu o salão nobre na passada sexta-feira e esgotou a lotação para a atuação da dança de pandeiro “Três Tolos por Causa do COVID foram parar a São Rafael”, escrito por Carla Branco, ilha Terceira.
O grupo intitulava-se de “Amigos do Carnaval do Warren Soccer Club”. Era constituído por 13 elementos. Lourenço Aguiar foi o puxador. O encarregado foi Rui Perpétua. O assunto, coros e cantigas, da responsabilidade de Carla Branco, ilha Terceira. 
A música foi da responsabilida de Joey Ferreira e Larry Borges.

Os encarregados do grupo foram Lourenço Aguiar e Rui Perpétua. 
Com espaço limitado para o ensaio, sem esquecer as restrições de ajuntamentos face à pandemia do Covid-19, a dança de pandeiro puxada por Lourenço Aguiar constituiu uma noite diferente, repleta de boa disposição e alegria.
Os Amigos da Terceira, sob a presidência de Herberto Silva, tem um longo historial no referente ao carnaval, apesar de todo um conjunto de tradições que só o Covid-19 tem impedido de realizar.
“Vou permitir a exibição da Dança de Pandeiro do Warren Soccer Club, mas sob as mais apertadas medidas de segurança. Sei de restaurantes que foram encerrados por falta à execução das leis de segurança obrigatórias. Para evitar situações semelhantes, todas as normas aqui são respeitadas, tal como o serão na Noite de Fados”, disse Herberto Silva, satisfeito como tudo correu dentro da normalidade e pelo êxito conseguido. Mas sobretudo pela forma como as medidas de segurança foram respeitadas.   
Se bem que limitado, o Carnaval 2021 não foi esquecido e fica a sua realização pela Nova Inglaterra celebrado com uma dança e esta de pandeiro, que subiu ao palco dos Amigos da Terceira em Pawtucket.
A comunidade portuguesa, em representação do Centro Cultural Recreativo Português de Warren, que através dos anos sempre se movimentou pelo carnaval com boas danças ao que se junta um excelente palco, onde os grupos têm facilidade de se exibirem, não deixou morrer a tradição através de uma dança de pandeiro.  
E este, não obstante a situação do Covid-19 o Centro Cultural Português Recreativo do Warren não deixou de festejar o carnaval com uma dança de pandeiro que na passada sexta-feira se exibiu nos Amigos da Terceira. 
Foi o que se pode intitular de uma dança de Páscoa que seria motivo, entre as medidas de segurança forma de esgotar a lotação do salão nobre dos Amigos da Terceira. 
Dentro das normas de segurança em vigor face ao Covid-19 a lotação do salão foi reduzida a 100 pessoas com as mesas limitadas ao número de pessoas sentadas e mesmo só com duas. O uso da máscara era obrigatório, com excessão no nomento da refeição, medida adotada por todo o pessoal de serviço.
A noite incluia jantar e dança de carnaval. Houve o cuidado de finalizar o serviço da refeição e encerrar o bar, evitando qualquer barulho no decorrer da atuação da dança.

Dizia-nos um grande entusiasta da tradição: “Vim em forma de apoio aos Amigos da Terceira, presididos por Herberto Silva, que teimaram em abrir as portas ao carnaval, como forma de manter viva a tradição. Assim já não se pode dizer que em 2021 não houve danças de carnaval”. 

Cumpriu-se o que estava escrito. Antes da dança subir ao palco, serviu-se o jantar. Peixe Recheado, feijoada e bife à micaelense constituiu a ementa. As travessas regressavam vazias. Sinal que gostaram. 
E para sexta-feira, dia 16, não se esqueça da Noite de Fados. Vão atuar Daniel Guerra, José Ribeiro, Alison daSilva. 

 

• Fotos e texto de Augusto Pessoa