Plano de resgate económico de Biden propõe terceiro cheque de $1.400 para todo o contribuinte e subsídios de desemprego mais generosos

 

Mais ajuda para os trabalhadores e famílias, incluindo pagamentos diretos de $1.400 e subsídios de desemprego mais generosos, são algumas das medidas que o presidente Joe Biden no seu plano de resgate económico que deve ser aprovado o mais rápido possível no Congresso para que os recursos possam ser distribuídos antes de março.

Tal como Franklin Roosevelt durante a Segunda Guerra Mundial, Joe Biden tem uma ideia bastante simples e que é aproveitar uma crise de curto prazo para resolver problemas de longo prazo. 
O modelo é Franklin D. Roosevelt, Biden não chegará perto da escala da mudança do New Deal, dadas as suas estreitas maiorias no Congresso, mas a ideia geral ainda é a mesma. Roosevelt ressuscitou a economia enquanto refazia a economia dos EUA, por meio da Previdência Social, salários mínimos, regulamentação de Wall Street, sindicatos trabalhistas mais fortes e construção de estradas, pontes e edifícios. 
O discurso de Biden, apresentando um plano económico de 1,9 trilião de dólares, deixou isso claro. A sua agenda permanecerá mais ligada à crise imediata da pandemia e consistirá em derrotar o vírus, reiniciar a economia e abrir escolas. O plano é chamado de “Construir Melhor”.
O plano inclui cheques de estímulo de $1.400 para a maioria das famílias; subsídio semanal de desemprego de $400; 40 biliões para assistência no pagamento das rendas de casa; 20 biliões para um programa nacional para acelerar as vacinações de 100 milhões de pessoas e reabrir escolas; e um programa de licença médica remunerada para encorajar as pessoas a ficarem em casa quando estiverem doentes. 
Biden propõe ainda crédito até $15.000 para o pagamento da entrada na compra de casa e esse programa será no total de 10 biliões.
Biden propõe ainda um programa ambiental de 2 triliões de dólares para limpeza atmosférica até 2035; estender o aumento de 15% nas senhas de comida  até setembro (expira em junho); investir 3 biliões para ajudar a garantir a nutrição de mulheres e crianças; 170 biliões para ajudar as escolas a reabrir e investir 50 biliões para comprar testes rápidos, expandir a capacidade do laboratório e ajudar as escolas a implementar testes regulares para apoiar a reabertura. 
Assistência a pequenas empresas: canalizar 15 biliões para criar um novo programa de subsídios para proprietários de pequenas empresas, separado do Programa de Proteção de Cheque de Pagamento existente. 
Trump fez várias tentativas para destruir o Affordable Care Act (ACA), também conhecido como Obamacare e aprovado no último mandato de Barack Obama e de Biden como vice-presidente. 
Mas agora que os democratas controlam o Senado e a Câmara, o caminho para expandir a ACA pode ficar um pouco mais fácil. O Congresso poderá mais facilmente aprovar uma série de medidas para expandir o ACA, incluindo medidas para tornar o seguro mais acessível.
 Biden disse que nenhuma família terá de gastar mais do que 8,5% dos seus ganhos com seguro médico e que aumentará os subsídios que as pessoas podem usar para comprar a cobertura por meio do Obamacare.

O novo presidente anunciou também que vai baixar o preço dos medicamentos.