Luso-American Financial inaugura instalações em New Bedford

 

A Luso-American Financial abriu oficialmente as suas portas à comunidade, no passado sábado, no De Mello Internacional Center na cidade de New Bedford.

Fica situada, entre o porto de pesca com mais movimento de pescado nos EUA, o Zeiterian Theatre, onde vão à cena os maiores espetáculos artísticos que passam por esta região e o Museu da Baleação, que reúne uma das mais ricas histórias da baleação entre os Açores e os EUA.

E como tudo isto já não fosse suficiente para enquadrar a Luso-American Financial no seu novo ambiente ao entrar no átrio deparava-se com a réplica do bote baleeiro “Bela Vista”, uma presença viva da audácia dos baleeiros, que organizações de socorros mútuos, como esta, apoiaram nos serviços de saúde, quando este tipo de apoio era o único existente na altura.

Anthony Pio, diretor de Serviços Fraternais e Relações Públicas da Luso American Life Insurance Society no East Coast dos EUA, hoje Luso-American Financial, assumiu as funções de mestre de cerimónias.

Durante a sua estadia, por esta região, Anthony Pio, oriundo da Califórnia, tem-se ambientado não só ao frio da Nova Inglaterra como à comunidade, sendo uma presença habitual em todas as manifestações sócio-culturais.

“É uma grande honra para a Luso-American Financial poder oferecer os seus escritórios, no De Mello Inter­nacional Center, no sul da cidade de New Bedford, com a já presença da indústria bancária e da escola portuguesa de New Bedford”, começou por referir Anthony Pio, que perante um numeroso grupo de convidados e corpos diretivos da Luso-American Financial, trouxe ao palco Linda Vieira, Luso-American Financial Chairwoman of the Board.

“É um grande prazer ver a Luso-American Financial numas instalações desta envergadura. Modernas, bem localizadas. Estas características vão levar a um maior movimento de procura por parte da comunidade, para quem temos os melhores produtos”, disse Linda Vieira, que se deslocou a New Bedford, vindo diretamente da Califórnia, onde estão localizadas os escritórios principais da organização.

“Estamos inseridos num edifício polivalente e no meio de grandes iniciativas. A nossa sociedade, para quem não a conhece, existe para apoio e benefício dos nossos membros. Se bem que uma grande maioria dos presentes já pertencem à nossa sociedade, quem esteja interessado em participar basta entrar em contacto com Anthony Pio. Somos uma sociedade fraternal e governada pelos seus membros. Qualquer membro pode ser presidente. Pode ser chairperson. Encorajamos todos a participar e ser membro desta grande sociedade”, disse Aires Pavão, pessoa muito conhecida dos meandros da hoje Luso-American Financial.

Anthony Pio, na sua ação de mestre de cerimónias, é diretor de Serviços Fraternais e Relações Públicas da Luso-American Financial posição que ocupa desde 15 de maio de 2014.

Não só trabalha muito de perto com os presidentes das sucursais locais da União Portuguesa Continental, como ajudando no seu crescimento, compreensão da herança portuguesa, cultura e língua, como também ajuda a promover esta causa junto das comunidades de Massachusetts, Rhode Island, Connecticut, New Jersey, New York e Pennsylvania.

No meio dos convidados estava Pedro Carneiro, cônsul de Portugal em New Bedford, visivelmente satisfeito pelo facto de a Luso-American Financial ter optado por abrir os escritórios na cidade baleeira.

“Estamos num belo edifício, recentemente inaugurado aqui no centro de New Bedford, com excelentes instalações e que devemos à família Mello e mais propriamente a Jim de Melo”.

E dirigindo-se diretamente à razão da sua visita, o cônsul Pedro Carneiro acrescentava: “Congratulo a Luso-American Financial na abertura dos novos escritórios no centro da comunidade de New Bedford e para servir a comunidade. Estamos a falar há cerca de 150 anos, em que havia grandes dificuldades e onde os portugueses, precisavam dos outros portugueses. E esta sociedade foi formada com esse objetivo. Havia um espírito fraternal e solidário. É uma história de grandes sacrifícios. Mas passados todos estes anos aqui estamos todos nós. Que o sucesso da comunidade portuguesa seja o vosso sucesso”, sublinhou o cônsul Pedro Carneiro.

A então Luso-American Life Insurance Society surge nesta costa dos EUA em 2001, quando se regista a fusão com a União Portuguesa Continental, onde temos os nomes históricos de Francisco Mendonça, Afonso Silva, o saudoso, António Cordeiro, Belmira Cordeiro, Eddy Figueiredo, o saudoso José Figueiredo, que serão sempre parte integrante desta sociedade.

Os escritórios principais estiveram por longos anos localizados no centro de Boston, Mass.. Mais tarde mudaram-se para uma belas instalações em Lexington, Mass.. E agora optaram por se mudar para New Bedford, mantendo sempre o mesmo apoio à comunidade. Mas mantendo o historial do mestre de cerimónias e cérebro da operação da Luso-American Financial nesta costa dos EUA.

Anthony Pio nasceu em San Pablo, Califórnia, filho de José Luís e Leonor Pio. É o irmão mais velho de Ricky Pio e tio de Nathan e Joseph. Desde muito jovem que Anthony Pio desenvolveu a sua vida junto da cultura portuguesa e raízes familiares. Fez parte do Rancho Folclórico Portugal na Califórnia, tendo sido presidente e diretor do San Pablo Holy Ghost Association. Gosta de dançar, cozinhar, viajar e passar tempo com a família e amigos.

Sendo uma primeira geração luso-americana, filho de pais oriundos de Portugal, Pio tem estado envolvido junto da Luso-American Life Insurance Society, agora Luso-American Financial, praticamente toda a sua vida, dado ter passado a fazer parte desta sociedade logo após o nascimento.

Começou a sua jornada com a Sucursal Jovem nº. 16 de Contra Costa, Califórnia, onde assumiu várias posições, até 2006, quando assumiu a posição de diretor de atividades do State 20-30’s Board, mas mantendo-se ativo junto da Youth Council como seu coreógrafo.

Em 2010 foi eleito presidente da State 20-30’s e restabeleceu a Region n.º 2 de São José. Em 2012 foi promovido a Chair of Youth Directors na West Coast, posição que ainda hoje mantém.

Adicionando à sua longa experiência junto desta Sociedade, Pio traz uma longa experiência financeira e um inigualável cuidado na satisfação do cliente.

Anthony Pio trabalhou na indústria financeira por nove anos onde começou como “Customer Services Representative” e com a sua dedicação ao trabalho conseguiu através dos seus esforços guindar-se a posições sucessivas de “Custom Service Manager”, “Operations Manager”, “Assistant Branch Manager” e “Branch Manager”. Depois dos seus nove anos na indústria financeira foi trabalhar como paralegal numa firma de auxílio a incapacitados.

 “Anthony Pio tem sido uma lufada de ar fresco e uma bem vinda adição para a nossa operação na costa leste”, disse Lino M. Amaral, vice-presidente executivo e CEO da Luso American Life Insurance Society. “Anthony tem sido uma vida de dedicação à sociedade e à nossa cultura e servirá a vibrante comunidade portuguesa na Nova Inglaterra. O seu entusiasmo contagiante e esperamos mais envolvimento que leve a um maior involvimento na causa fraternal que tudo leva a crer, leve a um aumento de membros”. E Amaral continua: “E porque nós somos relativamente novos nas comunidades da costa leste dos EUA, muitos não sabem que a Luso American Life Insurance Society é a única companhia de seguros propriedade de portugueses autorizada a fazer negócio na costa leste e não somente pode facilitar proteção financeira para a sua família, como também facilitar benefícios extras para preservação e apoio da nossa cultura e gerações futuras.

 

Um pouco de história

Originalmente fundada em 1868 como Portuguese Protective and Benevolent Association, a Luso American Life Insurance Society, hoje Luso-American Financial,  é um associação fraternal com cerca de 20.000 membros. Sediada em Dublin, Califórnia, com escritórios em Lexington, Massachussets e agora em New Bedford, a Luso American é uma organização dedicada a preservar e promover a cultura e herança portuguesa, tradições e valores enquanto vela pelo bem estar dos seus membros, e comunidade portuguesa num só todo. O seu propósito pode ser descrito nesta declaração. Ter como principal prioridade facilitar seguro de vida, financiamento e serviços fraternais, indivuais e familiares na comunidade luso americina.

A Luso American Life Insurance Society é composta pela Luso-America Fraternal Federation com data de fundação de 1957 resultante da união da Benevolent Society of Califórnia e da União Portuguesa Continental do estado da Califórnia.

Por sua vez e nesta costa dos EUA existe a Portuguese Continental Union que se fundiu com a Luso-American Life Insurance Society no ano de 2002.

Há ainda a Sociedade Rainha Santa Isabel fundada em 1898 em Oakland, Califórnia e que se viria a juntar à Luso-American Life Insurance Society em 2008.

Por sua vez a Luso-American Education Foundation foi fundada em 1963, tendo por principal finalidade perpetuar a língua portuguesa.

 

• Fotos e texto de Augusto Pessoa