Joseph Cordeiro assumiu a chefia da Polícia de New Bedford

 

“Nunca esqueci que as minhas raízes estão em Portugal”

 

Joseph Cordeiro assumiu o comando da polícia de New Bedford. Vindo da Povoação, São Miguel, aos 2 anos de idade e aos 50 anos de residência nos EUA assumir a chefia da polícia de New Bedford é um feito que deixa Cor­deiro muito honrado e temos a certeza de que é um orgulho para a comu­nidade portuguesa, que se fez representar através de dirigentes associativos, numa demontração de regozijo pela nomeação de Joseph Cordeiro, para a posição de comando da polícia da cidade baleeira.

“Enquanto em casa com os meus pais sempre falámos em português, o que me dá a facilidade de poder contactar com a nossa gente na nossa lín­gua. Eu nunca esqueci que as minhas raízes estão em Portugal”, disse Joseph Cor­deiro, ao assumir a che­fia da segurança de uma cidade, que, tal como as outras dos EUA, tem bom e tem mau pelo que “é importante que a comu­nidade portuguesa e o departamento da polícia, estejam juntos, numa só força. Vamos fazer todos os possíveis por ter uma cidade segura e tranquila. Vamos ser uma cidade unida. Vamos todos juntos ser uma só força”, concluiu Joseph Cordeiro, no andar superior do Museu da Baleação, de onde se tem uma vista soberba sobre o porto.

Entre os convidados às cerimónias do juramento do novo chefe da polícia de New Bedford, encontramos o deputado estadual An­tónio Cabral, que disse:

“Vive-se hoje aqui no Museu da Baleia, já por si local que muito diz à comu­nidade portuguesa, um dia histórico e significativo dos nossos valores étnicos”, disse o deputado estadual, tendo acrescentado: “Não vejo pessoa mais indicada para a assumir a chefia da polícia de New Bedford do que o então capitão Joseph Cordeiro. Ao longo dos anos tem despertado a con­fiança, o conhecimento, em suma, a garantia de  ser um grande dirigente. E além de tudo o mais é um grande orgulho para a comunidade portuguesa”.

Mas aqui não se trata de elogios de ocasião: “Co­nheço o chefe Joseph Cordeiro há muito anos. É uma pessoa competente no seu traballho. Mas não resume as suas funções ao gabinete de trabalho. Sai para a rua. Lida com a população e neste caso específico com a comunidade portuguesa. É este o tipo de chefe da polícia que New Bedford, vai ter”, concluiu o deputado Tony Cabral, também ele um representante da comunidade não em termos de seguranca, mas em termos legislativos.

Ao assumir a posição de chefe da polícia de New Bedford, Joseph C. Cordeiro defende muito mais que a sua capacidade para o desempenho daquelas funções.

Defende o nome da comunidade portuguesa que na cidade baleeira tem tido nomes sonantes aos mais diversos níveis. Era notória a presença dos empresários e grandes praticantes da navegação à vela, como João Carlos Pinheiro e Victor Pinheiro, com este último a completar a travessia New Bedford/Faial.

Estes feitos não escaparam a Pedro Carneiro, cônsul de Portugal em New Bedford “O dia de hoje é muito importante para toda a comunidade luso-americana desta região. Quando o mais alto cargo das forças policiais de New Bedford é ocupado por uma pessoa que tem como apelido Cordeiro e o seu “Deputy” tem como apelido Oliveira, isto significa muito para todos os imigrantes portugueses que decidiram vir viver para os EUA. O Capitão Joseph Cordeiro é uma pessoa extraordinária, de grandes qualidades profissionais e humanas, que veio para este país com apenas dois anos de idade, que ama este país mas que ainda fala bem português e não esqueceu as suas raízes açorianas. É portanto um verdadeiro exemplo para todos nós. Hoje, na cerimónia de tomada de posse, vi muitas pessoas emocionadas. Sei porquê e compreendo as razões. E isso emocionou-me também. Enquanto cônsul de Portugal em New Bedford, sinto-me profundamente orgulhoso pelo percurso do capitão Joseph Cordeiro e, paralelamente, pelo percurso dos portugueses e luso-americanos aqui na América”, referiu o cônsul de Portugal em New Bedford.