23 novos cidadãos juraram bandeira e passaram a fazer parte da família norte-americana

Pela primeira na história da cidadania americana foi jurada bandeira fora de um edifício federal.

Aconteceu na passada quinta-feira, no Centro de Assistência ao Imigrante (CAI) em New Bedford, quando Marc J. Santos, Bristol County Clerk, pe­diu aos 23 candidatos para se levan­tarem e repe­tiram com ele as palavras de juramento, perante o juiz Thomas F. McGuire Jr.

“É com grande satisfação que esta manhã dou as boas vindas aos novos cida­dãos”, disse o juiz Mc­Guire, perante uma sala cheia de orgulho patriótico.

Luís Cabral, um dos que jurou bandeira, con­fes­sava “estou orgu­lhoso por me tornar cida­dão americano”.

As cerimónias tiveram a presença do cônsul de Portugal em New Bedford, Pedro Carneiro e esposa; Deputado estadual António Cabral; mayor de New Beford, John Mitchell; Congressista Wiliam Kea­ting e Helena da Silva Hughes diretora do CAI.

Os novos cidadãos são oriundos de Angola, Ilhas Virgens, Cabo Verde, Re­pública Dominicana, Egito, São Salvador, Haiti, Li­béria, Filipinas, Polonia e Portugal e residem em Dartmouth, Fall River, New Bedford, Swansea, Taunton, Wareham e Westport.