92.º aniversário das festas do Espírito Santo do Campo do Tio Mateus

Este fim de semana em Rehoboth

A Irmandade das festas do Espírito Santo do Campo do Tio Mateus, em Rehoboth, comemora este ano 92 anos de existência, mantendo todo o tradi­cionalismo que a tem caraterizado. São as mais típicas festas do Espírito Santo pela diáspora.

Um tipicismo que anual­mente atrai mais gente, desde que as sucessivas comissões optam pela sua promoção junto do Portuguese Times.

Ali mantém-se aquela secular tradição e ao mesmo tempo o orgulho de mostrar além recinto de festas que o Espíriro Santo do Campo do Tio Mateus continua a manter o entu­siasmo dos seus funda­dores.

A mudança da coroa (pelo fim da tarde de sábado) é a primeira expe­riência que o visitante tem, quando se começa a ouvir a banda entre o frondoso arvoredo que ladeia a estrada, dando semelhan­ças a uma freguesia aço­riana. Aos poucos surge a bandeira, a coroa, o mordomo e a banda, ao mesmo tempo que o braseiro acolhe os espetos com a saborosa carne que após o tempo indicado salta para o prato para ser saboreada pelos aprecia­dores. A banda perfila junto ao império, fazendo ouvir o hino do Espírito Santo. Após a recolha da coroa a banda dá concerto ladeada por largas centenas de pessoas que vão arranjando lugar ou sob uma enorme área coberta, não vá a chuva fazer a sua apariação ou então espa­lhadas pelo largo recinto da festa onde são colocados bancos corridos.

Ao lado do braseiro, onde se prepara a deliciosa carne de espeto, vão alourando os frangos no churrasco que lançam no ar o seu cheiro característico.

Do lado contrário os pavilhões servem desde a sandes de caçoila às favas e um pouco mais ao lado vão-se enchendo os copos de cerveja. E sob os acordes da banda em concerto as pessoas vão chegando, e noite fora vão tendo opor­tu­nidade de confra­ternizar com amigos e familiares.

Pela manhã de domingo realiza-se a procissão da igreja do Monte Carmo na estrada 44 para o campo do Tio Mateus.

Após a procissão ser­vem-se as tradicionais sopas do Espírito Santo.