Romagem ao cemitério do Monte Calvário em Cumberland

Numa iniciativa do Clube Juventude Lusitana

O Clube Juventude Lu­sitana em Cumberland procedeu na passada segunda-feira à romagem anual ao Cemitério do Monte Calvário em ho­menagem póstuma aos sócios cujos restos mortais ali repousam para a eternidade.

Esta cerimónia anual teve início em 1933 e continua a repetir-se anualmente a 30 de maio de cada ano, numa cerimónia que deverá ser única no mundo luso dos EUA.

Sendo o Clube Juventude Lusitana a organização detentora de mais ativi­dades, e estas datando dos primórdios de 1921, nos seus 94 anos de existência a “catedral erguida em nome de Portugal” está em constante evolução, pelo que, o que hoje se escreve se amanhã não se acom­panhar, algo já ficou por mencionar.

E não será por acaso que pelas 8:30 da manhã de segunda-feira, os alunos da escola portuguesa, os sócios da Casa do Benfica, O Núcleo Sportinguista, o Danças e Cantares, dire­toras do clube, Amigas de Penalva, União Portuguesa Continental e banda se concentraram em frente ao clube para desfilarem em parada até ao cemitério do Monte Calvário.

Não são necessários pensamentos filosóficos para se concluir porque é que esta gente tem proce­dimentos deste género. É única e simplesmente, em primeiro lugar, pela admiração que tiveram pelos falecidos, que se mantêm imortais.

Em segundo lugar, para mostrar às autoridades americanas e neste caso tinhamos a presença do mayor William Murray, vice-governador, Dan McKee, assim como todo o Conselho Municipal de Cumberland, que viemos para nos integrar e que temos vindo a lançar amarras em porto seguro.

Se esta atividade do Clube Juventude Lusitana é única em termos comunitários, não será por acaso que este clube detém as maiores e mais antigas festas de São João, que se realizam anualmente em junho.

Para concluir a romagem, e no regresso ao clube, foi servido uma feijoada a todos quantos tomaram parte em mais esta significativa atividade do Clube Juventude Lusitana.