Perguntas e Respostas

P. — Tenho 68 anos de idade e estou nos EUA há 32 anos. Estou inscrito no Medicare, parte A, B e D e queria inscrever-me no MassHealth (Medicaid). Fiz a pergunta a uma secretária do hospital e perguntaram sob os meus bens. Tenho uma casa, dois carros, um para a minha esposa deslocar-se ao trabalho. Ela informou-me que não podia ir para o MassHealth. Tenho algum dinheiro para pagar contas, viver, pagar remédios, porque tenho diabetes. Conheço uma senhora cujo marido está na mesma situação da minha, tem um filho de 47 anos e uma nora de 46 anos e estão inscritos no MassHealth. Por que razão não posso inscrever-me no MassHealth?

R. — O Medicaid, ou MassHealth, como é conhecido em Massachusetts, é um seguro baseado em ne­cessidade e administrado pelo estado. A administração do Seguro Social não faz parte na determinação de elegibilidade. Em casos em que um recipendiário se qualifique para benefícios do Seguro Suplementar, na maioria dos estados, o recipiendário também terá direito ao Medicaid automa­ticamente, com ambos os programas baseados em ne­ces­sidade. Quaisquer bens, recursos e rendimentos que o requerente tiver é considerado na determinação de elegibilidade. Deve contactar o MassHealth para uma explicação da determinação se achar que a informação não está correta ou ainda se quiser apelar. Pode ligar para o MassHealth Enrollment Center, 1-800-841-2900, ou pela internet, www.mass.gov. Pode também pedir assistência de um conselheiro do SHINE sobre este assunto, contactando o “Council on Aging” na sua área.

 

P. — Estou a receber benefícios do programa do Seguro Suplementar (SSI) há cerca de cinco anos. Estava a viver com os meus pais até recentemente quando mudei-me para um apartamento. Segundo fui informado, eu podia ter um aumento nos meus benefícios. Que devo fazer?

R. — Sim, qualquer mudança de residencia tem que ser comunicado logo ao Seguro Social para assegurar que recebe toda a sua correspondência a tempo e para determi­narmos se podemos mudar o seu pagamento conforme a situação onde está a viver. Se está a viver agora indepen­dentemente dos seus pais, responsável pela renda de um apartamento, é provável que podemos aumentar o seu pagamento. Deve contactar-nos com uma cópia do seu “rental ou lease agreement”.

 

P. — Tenho 64 anos de idade e estou a receber benefícios de reforma do Seguro Social. Continuo a trabalhar umas horas de vez em quando. Pode avisar-me se no limite de salários que um recipiendário pode ganhar, se vai incluir a reforma que eu recebo da minha união?

R. — Não. O limite de salários anual para pensionistas do Seguro Social, não inclui benefícios recebidos de reforma, anuidades, rendas, etc. O montante que é importante é somente o que ganhar em salários ou “self employment”, se for empregado por sua conta própria.  Em 2017, se um recipiendário tiver menos de idade completa de reforma pode ganhar até $16.920 (ou $1.410/mês). Se ultrapassar esse limite terá que devolver um dólar por cada dois auferidos. No ano de atingir a reforma completa, este ano, pode ganhar até $44.880 (ou $3.740/mês) nos meses antes do seu aniversário, e o que quiser após atingir a idade completa.

 

P. — Estou em processo de preparar os meus documentos para completar a minha declaração de rendimentos “tax returns” e não consigo encontrar o meu SSA-1099 do Seguro Social, que inclui o montante de benefícios que recebi o ano passado. Pode avisar-me como obter outro?

R. — Há várias maneiras de o obter: a maneira mais rápida e instantânea, é através da internet, por criar uma conta de mySocial Security no www.ssa.gov; pode também ligar para o número grátis: 1-800-772-1213 ou ainda visitar o escritório local na sua área.