Direito de escolher o seu médico

 

P. — Escrevo-lhe em nome do meu pai, que presen­temente recebe benefícios de compensação ao traba­lhador devido a ferimentos contraídos no local de trabalho e tem sido tratado pelo médico de família. Recentemente, o médico aconselhou-o a consultar um especialista de joelhos. A companhia de seguros nega-se a pagar os custos da consulta com esse especialista e pretende que ele consulte um dos seus médicos. A minha pergunta é se efetivamente o meu pai tem direito a escolher o seu próprio médico.

 

R. — A resposta é sim, ele tem todo o direito de escolher o seu médico. A lei permite que um empregado que tenha contraído ferimentos escolha o seu médico. A companhia de seguros tem no entanto o direito a examinar o indivíduo uma vez, mas não tem não pode obrigar o doente a escolher o médico ao seu gosto.