13.º Convívio de Naturais de Santo Espírito, Santa Maria

 

Uma viagem ao passado homenageando ilustres filhos de Santo Espírito de ontem e de hoje

 

As candeias da tradição musical da ilha de Santa Maria que na diáspora acendem a chama da freguesia de Santo Espírito, maioritariamente residente na acolhedora comunidade de Hudson, elevaram-se no ambiente comemorativo do 13.º Convívio Espírituense, que teve por palco o Hudson Portuguese Club.

Mais uma vez, vieram de diversas vilas e cidades da Nova Inglaterra, para um encontro que o saudoso José Figueiredo, fundou e que enquanto a saúde lhe permitiu foi o seu grande timoneiro.

São gente deste calibre, que embora oriundos de longínquas paragens e como foi o caso, possuidores de alta formação académica, nunca esqueceram o torrão natal. Como diz o bem sucedido empresário António Frias, oriundo da freguesia de Santo Espírito: “Coitados daqueles que não se identificam com a origem”.

E José Figueiredo não só se identificava como cantava até que a voz lhe doía, a sua freguesia de Santo Espírito. As suas origens.

Mas quando este cantar se faz ouvir alto e bom som, no espaço de excelência do Hudson Portuguese Club, tal como aconteceu, no passado sábado, não só imortaliza os naturais de Santo Espírito, como os eleva aos pincaros da glória.

E aqui entrou António Chaves, na qualidade de mestre de cerimónias a trazer ao convivio os nomes dos homenageados durante estes treze anos.

De vez enquando faz bem parar e recordar aqueles que já fizeram história e continuam a fazer no seio da comunidade dos EUA.

No ano de 2009 foi homenageado Arsénio Chaves Puim.

Em 2010, António Valente.

Em 2012, Padre João de Barros.

Em 2013, D.António de Sousa Braga, Bispo de Angra

Em 2014, António e José Frias

Em 2915, Rádio Portugal 73

Em 2016, Império Mariense de Saugus

Este encontro além de ser de amigos é o simbolo de aproximação dos espirituenses que embora dispersos pelos mais variados recantos dos EUA, estão unidos pela amizade.

”Em nome da comissão do XIII Convívio Mariense queremos agradecer a todos aqueles que através da sua presença, dignificaram não só Santa Maria, como em especial a freguesia de Santo Espírito. Estiveram responsáveis pelo convivio, Noémia Braga, Aura Cabral, António Câmara, Diana Chaves, José Frias Figueiredo, Juvenália Figueiredo, Maria Leandres, Maria Câmara, Kevin Santos.

Todos os anos se houve dizer já estou cansado.

Para o ano já não colaboro. Mas ainda não se tem  saído do convivio anterior e já se está a dizer. Se precisarem de mim é só chamar. Somos

Gente com o coração ao pé da boca. Deixamos a ilha, mas a ilha não saiu de nós.

E como tal mantemos laços inquebraveis à origem que vamos fortalecendo com estes encontros regionais.

 

• Fotos e texto de Augusto Pessoa